família analógica: canon elan 7E; pt 1.

por aliledara

era uma vez o reino da  bagunça e da preguiça. nele vivia uma menina chamada alile. (prazer.) ela tinha um blog que amava muito, mas a coitada trabalhava feito louca e não tinha tempo pra atualizar seu blog querido. isso e a procrastinação, fizeram com que o coitado do blog ficasse sozinho e carente. alile tenta tirar o blog das teias de aranha, mas não tá conseguindo muito. fim.

_MG_3928

oooooi, seus lindxs! esses dias eu tava “sem fazer nada” (ou seja, tinha coisas pra fazer, mas não tava fazendo nenhuma delas) e resolvi tirar fotos de algumas das minhas crias câmeras. foi um ensaio, sabe? mas isso foi pensando em apresentá-las no blog mesmo. fotografei a canon elan 7E, que vou falar hoje, a nikon one touch, a canon AE-1 program, a zenit 12xp e a canon EOS 500.

então, resolvi fazer esse post em duas partes, porque a câmera é BEM cheia de botões e funções que eu não desvendei nem pela metade. ou seja, faço outro post explicando melhor as funções dela quando eu estudar o manual. (pode deve demorar)

a história começou quando eu conheci um fotógrafo MARAVILHOSO e EXTREMAMENTE talentoso. muito amor, gente. cês não tem noção. (não posso falar dele agora senão estraga o post que farei dele pro “encontrando amor no flickr“) além de ficar babando pelas fotos e de ter desejado ser igual a ele quando crescesse (heh), resolvi pesquisar sobre uma das câmeras que ele usava, que era a elan 7E. aí, um dia, eu enlouqueci e fui pesquisar o preço dela no mercado livre. achei a EOS 30, que é o nome dela na europa por um preço SURREAL de bom, fiquei super feliz e ia comprar, mas esperei o vendedor responder minha pergunta. quando chamei meu colega de trabalho pra ver a câmera foda que eu ia comprar, TCHARÃ, alguém tinha comprado a câmera que há dois segundos atrás ainda estava a venda! eu nunca fiquei tão triste e com tanta vontade de socar alguém pela internet. ): tinha um anúncio de uma 7E, mas tava mais cara (por isso a tristeza/raiva). mas comprei. e quando chegou foi só alegria, veio novinha, perfeita, linda, maravilhosa, com uma marca de uso só. muitoamô.
fim da história da compra.

_MG_3919liguei a câmera pra mostrar direitinho o visor. coisa linda, né? acho que ela é a câmera mais profissional que eu tenho. não vou explicar todos os ícones porque não sei todos, mas na parte 2 eu faço isso. (a câmera tava sem lente, por isso a abertura não apareceu no visor)

_MG_3925

_MG_3915ali, logo acima do modo manual (M) tem uma travinha prateada, ela existe pra não ligarmos a câmera sem querer. aí se você quer ligar, aperta ela e gira pro modo que quiser. achei isso mucho bacana!

usar essa câmera é como se você tivesse usando uma arma poderosa nas mãos, sabe? tanto botão, tantas funções, tanta coisa. como já disse, ainda não sei usar tudo, mas sei que dá pra fazer muuuita coisa com ela! uma coisa legal é a possibilidade de fazer até 9 exposições no mesmo frame (na EOS 500, que eu tenho há mais tempo, também tem essa possibilidade). é uma nônupla exposição!!!!! (thanks, google) dá pra criar bastante e com certa facilidade, sabe?

uma das coisas que mais gosto nela é poder usar as lentes que uso na digital, mas só as EF. por exemplo, uso minha 50mm nela. isso é bem legal, já que a 50mm é meu xodó. tenho uma 28-80mm que também serve perfeitamente. mas, por exemplo, a lente do kit (18-55mm) não encaixa porque é EF-S. e quando eu for ryca (risos), terei minha EF 24-70mm e usar na elan 7E deve ser só alegria.
achei uma câmera fácil de usar, ao menos no modo manual (e nos automáticos, claro) porque eu já tenho uma certa aproximação com esse tipo de câmera. então o básico eu já sabia. o meu contato com a t2i facilitou muito as coisas. se eu tivesse uma nikon, ia me bater muito, já que as duas são diferentes.

_MG_3990(a pilha pra elan 7E é a CR123A, é bem fácil de encontrar, por sinal)

pra a grande estreia usei um filme P&B rebobinado, o t-max iso 100. eu tô bem ansiosa, mas não tannnnto, porque o filme é diferente dos usuais, e acredito que seja vencido, então não vou julgar o desempenho da câmera a partir dessa primeira vez. tô mais ansiosa pelo filme do que pela câmera. AI, NA VERDADE  TÔ ANSIOSA MERMO.
deu até pena de tirar fotos banais só pra acabar logo, porque, sei lá, é um filme diferente. eu deveria ter feito algo especial. *mimimi de arrependimento*
ah! meu irmão pegou a câmera pra tirar umas fotos, vamos ver se ele foi bem ou se as dele saíram sem foco/sub-superexpostas/tortas etc.

é isso, né? é.
na parte 2 eu venho com explicações das funções. vou correr atrás de um manual em português pra devorar.
mas se você, queridx amigx, quiser me dar uma aulinha sobre ela, tô topando, viu?

aos poucos eu vou tirando a poeira do blog. eu gosto (tanto) daqui. (:

um beijo.

Anúncios